Estatuto Editorial

 

VIRAL é um projeto jornalístico online que tem como principal objetivo apurar e promover a verdade no espaço público no que respeita às questões relacionadas com a Saúde Pública.

O VIRAL é um jornal que privilegia o debate aberto e pluralista, desde que este seja mantido dentro das regras da educação e do bom senso. Não são permitidos comentários de caráter discriminatório, nomeadamente os que se baseiam na raça, na nacionalidade ou nas opções sexuais.

O VIRAL não avalia o conteúdo de outros órgãos de comunicação social. Jornais e jornalistas devem ser escrutinados pelos seus leitores. Analisamos declarações de políticos, comentadores e influenciadores feitas no espaço público.

O VIRAL não possui uma agenda político-ideológica. Os jornalistas do quadro do VIRAL não são militantes de qualquer partido político. Somos responsáveis apenas perante os nossos leitores.

VIRAL fundamenta os seus textos em fontes credíveis, partilhando, sempre que possível, links, vídeos, fotografias, documentos ou outro material que possa contribuir para esclarecer os leitores sobre os temas da Saúde.

VIRAL não aceita fontes anónimas. Trabalha somente com fontes primárias, preferencialmente de natureza documental.

No VIRAL não temos a ilusão da infalibilidade. Sempre que errarmos na análise assumimo-lo de forma clara e corrigimos o lapso com o devido destaque.